Será que você realmente sabe quem é o seu cliente?

O desafio é entender o seu real comportamento

Está cada vez mais complexo entender e compreender o cliente. Existe uma infinidade de canais disponíveis, dados gerados, variáveis envolvidas e fatores que colaboram na definição do perfil de um cliente.

São múltiplas possibilidades e hoje, por exemplo, não é suficiente saber que o seu consumidor é do sexo masculino para fazer uma comunicação assertiva. Há os que são casados, os que moram sozinhos, os que gostam de viajar e os que preferem uma tarde no Netflix.

De um lado, temos consumidores cada vez mais exigentes, com um perfil mais cuidadoso e seletivo. Ele está cada dia mais avesso à interrupções e estratégias de relacionamento invasivas. Do outro lado, temos marcas e empresas buscando entender de forma mais relevante com quem ela está dialogando.

As formas de pesquisa para conhecer o cliente aumentaram e os canais para diálogo cresceram absurdamente. Ao mesmo tempo, o barulho e ruído neste contato também se multiplicaram. Nesse contexto, as empresas que desejam ser relevantes para o seu público precisam identificar padrões de comportamento, saber verdadeiramente com quem estão conversando e assim estreitar a comunicação com o consumidor final.

Não raro nos dias de hoje em que a tecnologia facilita a comunicação com o cliente, as interações e ações de engajamento entre as organizações e o seu público muitas vezes não geram o resultado esperado porque são realizadas no canal, momento e mensagem inadequados.

Personalização e assertividade

As pessoas buscam ser tratadas de forma exclusiva, valorizam experiência de compra, são bem informadas e são frequentemente impactadas por concorrentes. O cliente está em constante renovação e na pesquisa por melhores conexões com marcas e empresas. É preciso saber com quem se fala para progredir em proximidade, simplicidade e fidelização. Construir esse relacionamento com o cliente de forma personificada tornou-se imprescindível para manter uma relação pessoal.

Entender o histórico de relacionamento e realizar uma análise de comportamento do cliente é fundamental e vai te ajudar a basear suas próximas decisões e estratégias em dados mais inteligentes. Capturar insights de comportamento podem gerar grandes inovações. Conhecer o seu cliente é a melhor oportunidade que a sua empresa pode ter.

Fica evidente que, em um cenário em que as possibilidades de contato com o cliente são inúmeras, não dá para fazer um approach descontextualizado. É preciso avaliar os hábitos e preferências do seu consumidor, buscar um maior entendimento de suas necessidades, promover melhores experiências de relacionamento a partir de um relacionamento pessoal e eficaz.

O foco em entender o consumidor e a sua rotina, locais que visita, estilo de vida, é a nova aposta para relacionamentos personalizados, oportunidades de negócios e diálogos assertivos.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cinnecta

O fim do achismo nas empresas

A importância dos dados para conhecer melhor a sua persona Praticamente ninguém poderia imaginar, há décadas atrás, que hoje estaríamos usando aplicativos para quase tudo.

saiba mais »
inteligência de dados

Agrupamento não-supervisionado

Aprenda a avaliar a qualidade de um cluster O mundo de Big Data possibilitou a extração de conhecimento útil a partir de dados coletados. Uma

saiba mais »
Bitnami